quarta-feira, 23 de abril de 2014

NYC: Hard Rock Times Square

A Times Square é símbolo de NY para o mundo. Para seus moradores, no entanto, é o inferno na Terra, pelo simples fato de viver LOTADA DE TURISTAS! Claro que é ponto obrigatório de visitação, mas a confusão para o residente atrapalha o dia a dia (engarrafamentos, ruas cheias, vendedores ambulantes, etc...), por isso eles evitam transitar na área (eu evitaria, se morasse lá!). Por ser extremamente turística, a região concentra os famosos restaurantes de cadeia americana (mesmo cardápio no mundo inteiro), como o Red Lobster, Bubba Gump, Planet Hollywood, Ruby Tuesday e o Olive Garden. O Hard Rock Café segue essa mesma linha.
Além disso, é um restaurante que vive lotados e não é tão barato. Em geral, você paga mais caro do que a comida vale, mas têm os atrativos da localização, de variedade de menu (itens para todos os gostos), fotos ilustrativas (que facilita o pedido) e acomoda grandes grupos. O espaço do HRC é amplo e bem interessante, contando com loja, restaurante, banheiros e aquelas relíquias do mundo da música (artigos exclusivos usados e autografados por rock e pop stars de varias gerações). Tem uma parede no local cheia de guitarra que é show!
O cardápio generalizado não é ruim, apenas comum! Opções como Ribs BBQ (costelas com molho Barbecue), Hamburger (várias opções), French Fries, Drinks e Sobremesas fazem parte do menu. O sanduba era bem saboroso. As costelas estavam "ok" apenas. Prefiro as do Outback. Vale para conhecer, mas não espere uma gastronomia elaborada...

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Risoto de 5 Queijos e Ervas

Com o pretexto de comemorar os 465 anos de Salvador, meus amigos organizaram um churrasco. Enquanto uns preparavam as carnes e outros as bebidas, fiquei responsável pelo acompanhamento. Fui de Risoto de 5 Queijos e Ervas, feito com arroz espanhol especial Sivaris (excelente apresentação do produto - vale a pena dar uma olhada no site deles). O modo de preparo foi o básico, refogando cebola e alho na manteiga com o acréscimo de vinho branco. O caldo para hidratar o grão foi de mandioquinha com ervas. Para dar um pouco mais de identidade, optei por usar estragão (tipo de erva bem interessante). A seleção de queijo foi composta de Brie, Cabra, Provolone, Masdaam e Gorgonzola. Para complementar o prato, ainda coloquei um pouco de Salame com Crosta de Pimenta (espanhol). Finalizei o tempero com pimenta do reino e um pouco de flor de sal. O resultado ficou muito bom!      

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Orlando: dicas no Hollywood Studios

Orlando - Flórida - EUA. O Hollywood Studios é um dos quatro parques temáticos do grupo Disney, com atrações voltadas ao mundo do cinema. Curto bastante toda vez que vou. É lá que tem "elevador que despenca", "montanha-russa do Aerosmith" e o show "Fantasmic". Assim como o Magic Kingdom, o Hollywood está repleto de atrações gastronômicas para todos os gostos. Tem muita "junkie food", mas é possível encontrar alternativas mais saudáveis. No ABC Commissary (quick service - serviço rápido), por exemplo, opções como Asian Salad with Salmon or Chicken (salada com salmão ou frango), Couscous Quinoa & Arugula Salad (Couscous marroquino com salada de rúcula) e Strawberry Parfait (parfait de morango - sem adição de açúcar) estão inclusas no cardápio há anos. Já pedi também Seafood Platter (pratos de frutos do mar com pedaços de maçã ou fritas) e gostei bastante.
Se você tiver com mais calma, pode reservar uma mesa no interessantíssimo Sci-Fi Dine-In Theater Restaurant. O lugar de estilo retrô é uma reprodução do típico "drive-in" americano dos anos 50. Bem legal mesmo, nem que seja só para dar uma espiada no esquema. Já comi o Smoked Turkey Sandwich (peito de peru, bacon, alface, tomate e maionese de abacate servidos com pão multi-grãos e salada de pepino) e o clássico Hot Fudge Sundae (sorvete de baunilha com calda quente de chocolate, chantilly e uma cereja). 
Para os pais, que muitas vezes querem uma folga das filas (e dos filhos - risos!), existe uma opção voltada ao público adulto (por causa das bebidas alcoólicas). O Tune-In Lounge e o 50´s Prime Time Café dividem o mesmo espaço (bem escondido, diga-se de passagem) e tem o ambiente totalmente retrô. Televisões antigas e funcionários vestidos como nos anos 50 criam uma atmosfera incrível. O cardápio é inspirado na culinária americana e o menu de bebidas é bastante variado. Peça uma sugestão ao barman, que ele é cheio de dicas de drinks bem saborosos.  

terça-feira, 8 de abril de 2014

Mesa ao Vivo Bahia

O primeiro Mesa ao Vivo Bahia foi um sucesso. Promovido pela revista Prazeres da Mesa em parceria com o Senac, o evento foi uma espécie  “reality show” de jornalismo gastronômico. Aulas, degustações e cozinhas montadas para a performance de chefs renomados fizeram parte da programação mais que especial. Com o tema “Do coco ao dendê: traços de nossas origens” diversos chefs debateram o que a gastronomia baiana tem de melhor. Na Cozinha Master, assisti um pouco das explicações e peripécias de Felipe Bronze (o "Mago da Cozinha" do programa Fantástico e proprietário do restaurante ORO, no Rio de Janeiro) e de Beto Pimental (Paraíso Tropical). Guga Rocha e Dalton Rangel, apresentadores do programa Homens Gourmet, do canal Fox Life, também estiveram na primeira edição baiana.
As oficinas Cozinha 1 e Cozinha 2 foram os espaços mais explorados por mim. Com conteúdo mais atrativo e degustação, as receitas foram executadas por chefs consagrados aqui em Salvador, como Caco Marinho (D.O.C e El Caballito), Leonardo Roncon (All Saints), Flavia Baquerizo (QuatroChefs), Lisiane Arouca (QuatroChefs), Luan Moura (QuatroChefs), Fabrício Lemos (Al Mare), Gabriel Lobo (Cozinha de Guerrilha), José Morchon (La Taperia), Celso Vieira (Pasta em Casa), Dudu Prado (Lafayette), Andrea Torres (Maria Margarida Atelier Gastronômico) e Vinicius Figueira (Cantina do Vini)A correria entre uma sala e outra era grande para fazer uma cobertura do evento mais completa. Os pratos preparados arrancaram suspiros de admiração da platéia bem atenta ao preparo.
Como não consegui cobrir a totalidade dos pratos executados, fiz uma seleção daqueles que experimentei e aprovei.  André Gomes e Ivan Prado ensinaram na oficina "Mão na Massa" a fazer um "Peixe Confitado no Óleo de Coco, Farinha D´Água e Molho Hollandaise de Azeite de Dendê". Leonardo Roncon fez um "Confit de Pato com Crosta de Coco e Amendoim, Molho de Cajá, Batata Doce Recheada com Feijão Verde e Purê de Ervilha", um dos pratos clássicos do All Saints. Já o chef Fabrício Lemos preparou um delicioso "Escabeche Baiano com Badejo e Chumbinho com Lagostins à Pochê, Espuma de Umbucajá, Purê de Mandioquinha e Crocante de Pititinga". Dalton Rangel, do programa Homens Gourmet, optou por uma receita refrescante e apresentou um "Ceviche Baiano com Fita de Banana da Terra". A galerinha do QuatroChefs (Flávia, Lisiane e Luan) apostaram na tendência nacional e prepararam um "Naked Cake de Quindim e Cocada de Forno". Andréa Torres mudou meu conceito de polenta (não apreciava até então) ao apresentar uma "Mil Folhas de Polenta Brustolada ao Bisque de Coco e Dendê". 
Gabriel Lobo optou por um "Carré de Queixada com Molho de Pitanga e Mel Nativo, Godó de Banana e Chips de Quiabo", prato saboroso com vários itens locais. O chef Paulinho Martins, do Txai Resorts, trouxe a receita de uma entrada fria chamada de "Charutinho de Camarão e Coco em Folha de Taioba com Citronete de Moquequinha, Salada de Biribiri e Sagu Picante de Leite de Coco e Dendê". José Morchon deu um toque de gastronomia molecular ao executar sua receita de "Lula recheada com Risoto de Frutos do Mar, Crocante de Coco, Espuma de Dendê e Esfera de Leite de Coco". Celso Vieira inovou na pasta e apresentou um "Tortelli de Maniçoba com recheio de Mariscada e Espuma de Coco". Para fechar minha programação de degustação experimentei o saboroso "Creme de Moqueca, Camarão Poché, Aipim, Quiabo e Licuri", elaborado por Dudu Prado
Pelas fotos acima já valeu (e como!) a experiência. Explosão de sabores e aprendizado. Mas o Mesa ao Vivo ainda trouxe mais surpresas. Outra parte interessante do evento foi a "feirinha gastronômica" Melhor da Cidade. Nela foi possível experimentar o que vários estabelecimentos da cidade oferecem de melhor. Provei doces do QuatroChefs, crabcake do Al Mare, gaspacho do Lafayette, brie empanado e pastel de pato do All Saints, camarão parmegiana do Cantina do Vini e vários salgados TOP (fumeiro com banana, de gorgonzola e bombom de carne com funghi) do Atelier Gourmet by Leot Ramos. 
Para finalizar (ufa!), dei uma passada no stand da Cimsal, que comercializa flor de sal tradicional e com sabores (limão, ervas finas e defumada). De quebra, ainda ganhei um kit (obrigado Roberto Neto) bem legal para usar nas minhas próximas receitas. O Mesa ao Vivo Bahia 2014 foi incrível. Já estou aqui pensando na próxima edição. Agradecimento especial para Délia Coutinho (Assessora de Comunicação da Fecomércio BA) que fez a ponte com o pessoal da organização do evento (Amanda Freire), possibilitando a parceria de divulgação e cobertura do evento pelo blog Santa Comida. Foi 10!