quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Pastel de Forno

Aqui vai uma dica prática, rápida e saborosa de um Pastel de Forno. O recheio foi mais light, composto por shitake, palmito, brócolis e ricota refogados com um pouco de óleo de arroz (comprado na loja Especiaria daqui de Salvador), shoyo e alho. Feito isso, abri uma massa de pastel, coloquei o refogado e um pouco de creme de ricota light. Fechei a massa e pincelei uma gema (passada no coador), acrescentando um pouco de gergelim. Levei ao forno até dourar. O recheio ficou ótimo! Com uma saladinha para acompanhar, já pode virar uma refeição para seu Carnaval! 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Maceió: Bodega do Sertão

Maceió - Alagoas. O restaurante Bodega do Sertão tem a cara, o cheiro e o gosto do Nordeste. A arquitetura é rústica com direito a artesanato, doces e cachaças. O cardápio, repleto de itens consagrados da nossa culinária regional, vai da carne-do-sol com nata até carneiro guisado, baião-de-dois, sarapatel, bolos e outras delícias "arretadas"! Como a casa trabalha com buffet por quilo, fica bem mais fácil experimentar de tudo um pouco. Abaixo um pouco da minha última visita, com detalhe para a sobremesa Mandacarú, que nada mais é do que uma tapioca com banana, queijo, doce de leite e canela. Excelente almoço! Na saída, aproveite para comprar alguma lembrança, como uma cachacinha.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Fettuccine Nero com Vieiras

Depois que descobri um canal bom para comprar vieiras frescas, o item não falta aqui em casa. Claro que por questão de logística muitas vezes preciso congelar o produto, mas mesmo assim a qualidade na hora do preparo é muito boa. Minha última investida na cozinha foi para o preparo de Fettuccine Nero di Seppia com Vieiras Grelhadas. A massa, de excelente custo-benefício, foi adquirida no Pasta em Casa. Grelhei as vieiras com manteiga, alho e pimenta-do-reino. Depois de retiradas do tacho de cobre, coloquei um pouco de vinho branco e creme de ricota para fazer o molho cremoso. Reservei. Com a massa já cozida (e o tacho limpo novamente), coloquei um pouco de azeite, flor de sal, um pouco da água do cozimento da massa e despejei o fettuccine ainda quente com as vieiras. Depois, fiz apenas montar o prato, finalizando com ciboulettes cortadas. Nota 10!

domingo, 17 de janeiro de 2016

Rostock: Meister Stück

Rostock - Alemanha. O post de hoje é sobre uma padaria no centro de Rostock. Antes de mais nada, preciso dizer que Meister Stück (em alemão) significa obra-prima. Basta essa palavra para descrever a variedade de pães que degustei numa única parada. A lojinha é convidativa, pequena e charmosa. O cheiro de pão fresquinho me fez entrar na loja e escolher 4 pães (não lembro os nomes, pois pedi apontando - rs). Como eles só vendiam as peças inteiras (depois de comer, isso foi algo positivo!), tive que levar boa parte da compra de volta ao navio do cruzeiro, que estava só começando. Tinha um pão com sementes de abóbora que era fora de série, um dos melhores que experimentei na vida. Como pude perceber a ótima qualidade na primeira mordida, bastou manteiga e um espresso para completar a experiência. Voltaria tranquilamente na cidade apenas para ir de novo nessa padaria... 

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Salvador: Restaurante Madero

Depois de alguns meses, acho que o Restaurante Madero começou a consolidar positivamente sua operação aqui na Bahia. No início enfrentei alguns problemas, como inconsistência dos pratos, ausência de padronização dos sanduíches, falta de itens do cardápio e o mau atendimento. Ao que tudo indica, os problemas estão sendo sanados. Por isso, resolvi publicar esse post. De tudo que experimentei até hoje na rede, o cardápio FIT - com pratos mais leves, menos sal, menos gordura e mais saudáveis - foi o que mais gostei. Essa foi a intenção do chef Júnior Durski, antenado na galera que busca uma alimentação melhor no Brasil.
A maionese foi substituída por creme de palmito, o trigo branco pelo integral, o açúcar pelo adoçante natural e até mesmo o queijo cheddar é apresentado numa versão light com menos sal e gordura. A adição de sementes nas receitas dos pães melhorou ainda mais o sabor e a "crocância". E se a pessoa não quiser consumir carne, pode optar pelo burger de quinoa. Desse cardápio novo, sugiro começar pelo Palmito Pupunha Grelhado com Manteiga e Flor de Sal (foto acima), depois escolher o Cheeseburger Menos Sal e o Sorvete de Framboesa com Calda de Frutas Vermelhas Diet e Light como sobremesa. Ah, esse daí é 0% de gordura e sem lactose. Para beber, uma Pink Lemonade ou então algum dos sucos MyBerries (framboesa, amora e mirtilo).
Como o foco do menu principal não é tão light assim (risos), não poderia deixar passar em branco as demais opções encontradas na casa. O Chopp extra gelado, por exemplo, é uma ótima pedida para começar sua visita e custa apenas R$5,00 no Happy Hour (seg-sex das 18h às 20h) e cai muito bem com a Linguiça de Pernil Grelhada, com o Schnitzel (prato típico da Áustria) ou com as Mini-Coxinhas crocantes do Chef. A foto das Asinhas de Frangos não ficou boa, mas não deixem de experimentar. São bem temperadas, crocantes e sequinhas. O famoso Cheeseburger Madero pode ser pedido como prato principal. A combinação dos ingredientes é simples, mas o pão e a carne fazem, normalmente, a diferença. A carne tem sabor de churrasco e o pão é bem crocante.
Antes de ir embora, se por acaso ainda desejar pedir uma sobremesa, você pode pedir a Banana Split, que é boa para compartilhar com os amigos/família. A rede Madero ainda conta com café da Nespresso e promoções esporádicas, além de cartão fidelidade, que uma série de benefícios. Por enquanto, é só isso. Vamos ver o que me aguarda nas próximas visitas... já estou querendo experimentar um dos cortes de carne!
   

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Cervejas, Cogumelos e Magret de Pato

Um Happy Hour que virou jantar. Isso mesmo. O post de hoje é sobre um encontro com os amigos para experimentar cervejas artesanais, que acabou sendo emendado com preparo de entradas e prato principal (só não teve sobremesa). Primeiro fiz Fake Burgers de Shitake com Manchego e Sal Trufado. Numa panela, adicionei manteiga, vinho branco, os cogumelos e gergelim, finalizando com o sal. Na hora de montar, o cogumelo vai no lugar do pão. Com o cogumelo que sobrou, fiz Ovos com Shitake e Azeite Trufado. Para prato principal, Magret de Pato com Pêras Assadas com Gorgonzola e Mel, que ficou uma delícia. O pato foi servido com um molho reduzido de vinho branco, feito na própria frigideira do pato. As cervejas foram variadas, como vocês podem ver nas fotos. Já estou programando o próximo encontro da galera...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Orlando: Disney Springs

Orlando - Flórida - USA. Disney Springs, antigamente chamada de Downtown Disney, é um centro de compras, restaurantes, teatro e outros tipos de entretenimento pertencente à Walt Disney Company e localizado no complexo Walt Disney World, em Orlando. Como aqui é um blog de gastronomia, a ênfase do post será na gastronomia local. Entrado no Disney Springs pelo Cirque du Soleil, logo ao lado esquerdo tem uma filial da famosa rede House of Blues. Você pode optar por jantar no restaurante, ficar no bar externo ou então ir no trailer takeaway. Foi nesse último que comi um suculento Spicy Pork Sandwich, que vem com BBQ Sauce e Coleslaw (salada de repolho, bem típica em terras americanas). Em uma outra visita, ainda encontrei um saboroso Lobster Mac and Cheese (versão upgrade com lagosta!!!)   
Além do House of Blues, existem outras opções que podem ser conferidas aqui. Entrando na onda mundial dos food trucks, a Disney também instalou em Disney Springs um estacionamento (chamado de Exposition Park) com 5 caminhões temáticos de "comida de rua", homenageando os parques Magic Kingdom, Epcot, Disney's Studios, Animal Kingdom e o canal de esportes ESPN. Cada um traz um menu diferente com itens já consagrados em restaurantes fixos nos seus parques. Os preços não são baratos, mas a experiência de comer em um dos caminhões é legal e rápida. Eu optei por pegar um Camarão Indiano com Arroz Basmati e Picles no Namaste Cafe Food Truck, acompanhado de Crisp Apple Cider, da Angry Orchard. Os camarões eram enormes e bem temperados. Gostei! Recomendo o passeio pela região...